Proibido > Paraguai proíbe venda de antibióticos sem receita médica

O Ministério da Saúde Pública e Bem estar Social ( MSPBS) do Paraguai, informou que a partir de 1° de novembro deste ano, a venda de medicamentos antibióticos será permitido apenas com prescrição médica.

Entre os motivos apresentados pelo Ministério, estão o uso indiscriminado, inapropriado a automedicação, compra sem prescrição e uso irracional no âmbito veterinário, podendo contribuir para a resistência dos antibióticos e podendo representar a diferença entre a vida e a morte de pacientes graves.

A partir da data, a compra dos antibióticos só poderá ser feita mediante apresentação de receita médica simples, que deverá ser registrada em livro diário e arquivado pode um período de dois anos nas farmácias.

“Devido a magnitude que representa o problema, decidimos tomar essa decisão de emitir a resolução onde se exige receita”, disse o ministro da Saúde, Julio Mazzoleni.

As receitas terão validade de cinco dias desde a emissão pelo médico e deverão conter o nome, número de identidade, diagnóstico, escrita legível e visível e a validade do documento, além do carimbo e assinatura do médico, com o número do registro profissional.

A fiscalização em todo o país será feita pela Direção Nacional de Vigilância Sanitária.

Saiba mais: Rádio Cultura Foz

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756-9107 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *