Após a fuga dos detentos que pertencem ao grupo criminoso PCC (Primeiro Comando da Capital) do Presídio de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, o governo de Mato Grosso do Sul determinou o fechamento da fronteira em Ponta Porã, 323 km de Campo Grande.

Equipes das polícias Militar, Civil e Rodoviária Estadual reforçaram o patrulhamento na região.

Os investigadores encontraram camionetes queimadas em Sanga Puitã, distrito de Ponta Porã, que podem ter ligação com os fugitivos.

O governo mato-grossense avalia como prioridade conseguir a identificação dos criminosos com as autoridades paraguaias.

A situação é de grande preocupação, já que as cidades localizadas na fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai têm alto índice de homicídios.

De acordo com a Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Mato Grosso do Sul, desde a madrugada o Departamento de Operações de Fronteira monitora as rodovias.

Carros, táxis e ônibus serão abordados e será feita uma varredura para localizar os fugitivos que possam ter vindo para o Brasil.

Metrópoles

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756 91 07 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Comente – Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *