Além disso, país confirma 11,7 mil pessoas contaminadas. No Brasil há 16 casos suspeitos

As autoridades chinesas de saúde anunciaram hoje (1º) que chega a 11.791 o total de casos confirmados de pneumonia em razão do novo coronavírus, registrados em suas províncias até o fim de sexta-feira (31).

Na China, a doença já matou 259 pessoas.

A Comissão Nacional de Saúde informou, em seu relatório diário, que – até o fim da sexta-feira – 1.795 pacientes permaneceram em condição crítica e 17.988 pessoas eram suspeitas de estar infectadas pelo vírus.

Ao mesmo tempo, 243 pessoas receberam alta de hospitais.

Na sexta-feira, 2.102 novos casos foram confirmados na China, além de 5.019 novas ocorrências de suspeita e 46 mortes (45 na província de Hubei e uma no município de Chongqing).

No mesmo dia, 268 pacientes ficaram seriamente doentes, e 72 pessoas saíram do hospital depois da recuperação.

E 136.987 contatos próximos foram rastreados, informou a comissão.

Entre eles, 6.509 foram liberados da observação médica. Outros 118.478 ainda estão sob observação.

Até o final da sexta-feira, 13 casos confirmados tinham sido registrados na região administrativa especial de Hong Kong; 7 em Macau e 10 em Taiwan.

Casos no Brasil chegam a 16

O Ministério da Saúde atualizou em 16 o número de casos considerados suspeitos de coronavírus no país.

Segundo balanço divulgado às 12h de hoje (1º), já foram descartados outros dez casos.

A unidade federativa que apresenta maior número de casos suspeitos é São Paulo, com 8 ocorrências.

Duas suspeitas já foram descartadas no estado.

O Rio Grande do Sul registra, neste momento, 4 casos suspeitos; outros três já foram descartados.

Em Santa Catarina, até o momento, já foram levantadas 2 suspeitas; dois outros casos foram descartados.

A lista inclui ainda o Paraná e o Ceará, com um caso suspeito em cada.

As informações são da Agência Brasil

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756 91 07 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Comente – Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *