Atenção – Secretaria de Saúde confirma primeiro caso suspeito de coronavírus no Paraná

A Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (Sesa) confirmou, na noite desta terça-feira (28), o primeiro caso suspeito do coronavírus 2019-nCoV, no Paraná.

A suspeita foi anunciada mais cedo, pelo Ministério da Saúde.

Segundo o ministério, um paciente de Curitiba, uma estudante de Belo Horizonte, em Minas Gerais, e outro paciente, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, se enquadram na definição de quadro suspeito estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Sintomas, transmissões e o que já sabemos do coronavírus
Os pacientes, conforme a pasta, apresentaram febre, pelo menos um sinal ou sintoma respiratório e possível contato com a doença nos últimos 14 dias.

A Sesa confirmou a suspeita, mas não divulgou detalhes sobre o caso de Curitiba.

Nota do hospital

O paciente com suspeita da doença, em Curitiba, está internado no Hospital Santa Cruz.

Após a divulgação do caso, o hospital informou que “o paciente está em observação e isolado.

A equipe médica está tomando todos os cuidados indicados pelo protocolo do Ministério da Saúde”.

O hospital ressaltou ainda que, “até o momento não há confirmação da doença”.

Classificação de risco

Com a divulgação dos novos casos suspeitos, o Ministério da Saúde elevou a classificação de risco do Brasil para o nível 2, que significa “perigo iminente” – até segunda-feira (27) o país estava em nível 1 de alerta.

A mudança de patamar faz parte de um protocolo envolvendo a escala, que vai de 1 a 3 – o nível mais elevado só é ativado quando são confirmados casos transmitidos em solo nacional.

Nivel 1 – alerta

Nível 2 – perigo iminente

Nível 3 – emergência em saúde publica

Além disso, orienta que brasileiros evitem viajar à China ou embarquem somente em casos de extrema necessidade.

AEN

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756 91 07 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Comente – Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *