Brutalidade > Indígena é preso suspeito de matar produtor rural durante assalto

Um índio de 20 anos está preso suspeito de matar um produtor rural de 65 anos durante assalto na terça-feira (7), em Caarapó, a 264 quilômetros de Campo Grande, segundo informações da polícia.

De acordo com a polícia, Julião Cavalhero foi preso à tarde em uma praça da cidade logo após ter batido o veículo de Antônio Biagi Netto em uma oficina.

O G1 entrou em contato com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e aguarda posicionamento sobre a prisão.

A Polícia Militar (PM) foi informada do acidente e de que o motorista do veículo havia fugido. Moradores da região conseguiram deter o condutor, os militares chegaram e encontraram com o suspeito documentos e celular do produtor rural.

“Se o cara [Julião] tivesse fugido, talvez não teria encontrado ele [produtor rural”, fala Adriana Biagi, filha de Antônio Netto.

Os policiais foram até a picape batida no muro da oficina, viram manchas de sangue na traseira e após várias informações divergentes do suspeito, o corpo do produtor rural foi encontrado em um canavial.

“A gente não sabe direito como aconteceu. Meu pai almoçou na casa do meu tio, saiu para fazer umas coisas, foi para o lado da usina e a gente não soube mais dele”, conta Adriana.

O corpo foi encontrado por volta das 23h (de MS) em ação conjunta da Polícia Civil e Departamento de Operações da Fronteira (DOF) no canavial de uma usina, às margens da MS-156.

Julião Cavalhero foi autuado em flagrante por roubo seguido de morte.

Midiamax

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756-9107

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *