Chuva > Temporal com ventos fortes causa estragos na área rural em Guaíra

A frente fria que avançou pelo Paraná no final da tarde de terça-feira (15) provocou chuvas e vendavais que causaram danos na área rural do município de Guaíra.

As localidades mais atingidas foram a região da Bela Vista, Salamanca, Arroio Guaçu, Rancho Alegre e Oliveira Castro.

Um levantamento realizado pela Defesa Civil na manhã de ontem (16), juntamente com Secretaria de Agropecuária Infraestrutura e Meio Ambiente, registrou danos acentuados nas lavouras de milho do município, que se encontram na fase de formação de espigas e enchimento de grãos.

Os danos causados foram mais visíveis nas lavouras que foram plantadas no final do mês de fevereiro e que já vinham sofrendo com a estiagem prolongada de cerca de 40 dias ocorridas durante o mês de abril e início do mês de maio, justamente na fase de desenvolvimento vegetativo do milho, ocasionando a deficiência na formação de raízes e caule, tornando as mesmas sensíveis à exposição das variáveis climáticas.

Com o temporal do último dia 16, as lavouras de milho da região sofreram um “acamamento”, termo técnico usado para identificar as lavouras cujos pés de milho encontram-se deitados.

A queda na produção desse ano na safrinha de milho é evidente.

Em alguns casos, segundo a Secretaria de Agropecuária Infraestrutura e Meio Ambiente, os produtores deverão perder toda a lavoura devido ao estágio de desenvolvimento que se encontram, não permitindo uma recuperação mesmo com condições favoráveis futuras.

Até o momento é difícil mensurar a quantidade da perda, mas estima-se que 900 hectares foram afetados, gerando assim um prejuízo de aproximadamente de R$ 1.900.000 (um milhão e novecentos mil reais).

Portal Voxnet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *