Denuncia – Brasileiros denunciam tortura e roubo por marinheiros paraguaios

Dois brasileiros e um paraguaio foram detidos por equipes da Marinha do Paraguai quando levavam mercadorias ao Brasil pelo Rio Paraná, na quarta-feira (5).

Após serem levados para cumprir quarentena preventiva, eles contaram que foram torturados e tiveram as mercadorias roubados pelos agentes da Armada Paraguaia.

As autoridades da Marinha negam a denúncia.

Os brasileiros cumprem isolamento na Escola de Artes e Ofícios, em Cidade do Leste.

A informação foi repassada ao Jornal ABC Color, por uma fonte que teve contato com os detidos.

“Eles foram detidos, torturados e quiseram denunciar porque quase foram mortos.

Foram asfixiados submergindo suas cabeças em um recipiente com água.

Tomaram as mercadorias e apresentaram aos fiscais apenas oito e as 14 restantes desapareceram.

Quando o proprietário reclamou, disseram na Marina que não tinham ideia do que estavam falando”, contou a fonte ao ABC, que teve a identidade não revelada.

O capitão da Área Naval del Este, Cristhian Rotela, negou a denúncia de roubo e tortura.

“Tudo o que foi apreendido já foi entregue ao Ministério Público e embarcação está sob nosso resguardo”, disse o capitão de fragata.

Leia a matéria original do ABC Color

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756 9107 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *