Destaque > Produção leiteira será protagonista durante 42ª festa das Nações em Guaíra

Sejamos sinceros: quando você pensa num campo verdejante com vacas espalhadas, pastando, você logo imagina estas vaquinhas preto e brancas que ilustram também as embalagens de leite longa vida, não é?

Esta vaca de coloração peculiar e que já até mesmo foi capa da banda Pink Floyd é conhecida como vaca holandesa, a raça mais difundida do mundo.

Aqui em Guaíra ela também é a preferência entre os produtores.

Roberto Soares Andrade há 17 anos trabalha com vaca holandesa.

O pequeno produtor possui 5 alqueires de terra e resolveu diversificar sua produção para ter mais renda. Não se arrepende. Além de garantir mais recursos para o seu orçamento familiar, Roberto já venceu por duas vezes o concurso da Fronteira do Leite.

“Nós preparamos os animais e gostamos de participar da feira. Lá todo mundo é vencedor. O concurso é apenas para divertir mesmo”, explica Roberto.

Para este ano, Roberto vai levar 06 vacas e 07 novilhas para a feira.

Hoje, ele e sua esposa Clauzíria Freitas Andrade são responsáveis pelo cuidado de 40 vacas.

Eles contam que cada animal consome 60 quilos de farelo de soja por dia e 6 metros cúbicos de silagem. Fora os 40 litros que em média cada vaca consome.

Tanto trabalho começa cedo, por volta das 06h da manhã e só é concluído às 18h, quando termina a segunda e última ordenha do dia.

O resultado é satisfatório: o casal consegue estocar entre 550 e 600 litros de leite que ficam armazenados num tanque especial a menos 3 graus centígrados.

Nos últimos anos, o casal também resolveu apostar na variante Jersey Holanda, uma mistura entre as raças holandesa e Jersey.

Quem passar pelo Centro Náutico durante a 42ª Festa das Nações vai com certeza apreciar a beleza destes animais que podem chegar a até 800 Kg.

Portal Voxnet (Assessoria)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *