Execução > Brasileiro é executado em fazenda no Paraguai

Grupo ligado ao Exército do Povo Paraguaio (EPP) movimento de guerrilha comunista que orquestrou uma série de operações armadas, é apontado como principal suspeito de executar o brasileiro Avelino Camargo que trabalhava como capataz em uma fazenda localizada em Amambay, distrito do Paraguai que faz divisa com o Estado de Mato Grosso do Sul.

As informações são do site Porã News.

O crime ocorreu nesta segunda feira (8). Integrantes do grupo invadiram a fazenda e executaram a vítima com vários tiros.

O caso foi confirmado pelo Comando de Operações de Defesa Interna do Paraguai (CODI) nesta terça feira (9) e o líder do grupo já teria sido identificado, de acordo com o comando.

Ainda de acordo com o site, o grupo de extermínio é formado por aproximadamente 20 homens armados que fazem parte da brigada indígena contra pistoleiros de fazendas.

Após a execução, informações dão conta que o grupo teria queimado um galpão, oficina mecânica, uma residência na sede da fazenda, carreta, tratores com os implementos agrícolas e uma caminhonete.

Porta voz da Força de Tarefa Conjunta (FTC) disse que, no momento do ataque, 17 funcionários entre mulheres e crianças estavam no local e presenciaram o crime.

O caso será investigado pela Polícia Paraguaia.

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756-9107 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *