Execução > Sargento da PM é assassinado com dois tiros

Um Policial Militar (PM) foi assassinado a tiros na noite deste sábado (26), na Vila Verde, na Cidade Industrial de Curitiba.

A delegada Iara Dechice, da DHPP, a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, explica que o sargento Pires, lotado no 23.º Batalhão da Polícia Militar, estava de folga e no próprio carro, na rua Anjolilo Buzzetti, quando foi morto.

“Estava parado ali e o outro para em frente. O autor desceu e efetuou disparos contra a vítima.

Se o suspeito conhecia o PM, ainda não sabendo.

Quem era essa pessoa, não temos suspeitos. Estamos correndo atrás de imagens, a PM também está nos ajudando”, explicou a delegada.

O sargento da PM morava perto de onde foi assassinado.

A delegada reforça a dificuldade em obter informações no local do crime. “A vítima estava indo para a casa.

Mas o autor, como não sabemos quem é, não podemos informar se ele mora nas imediações nem se conhecia o sargento”, disse.

A perícia apontou que o PM foi atingido por dois tiros. “Foram dois disparos, um atingiu o braço e outro no pescoço.

Esse que foi a causa da morte.

Outro foi de raspão nas costelas dele”, esclareceu a delegada.

A delegada revela que o sargento Pires estava com a arma da corporação.

“Mas ele não chegou nem usar a arma. Não temos ideia do que possa ter acontecido.

Ele não teve chance de defesa. Levantou o braço para se proteger, por isso foi atingido neste local”, contou Dechice.

O PM era uma pessoa querida, segundo o que a Polícia Civil descobriu no local.

“Uma pessoa boa, trabalhadora, tranquila e que não tinha inimizade com ninguém. Não se sabe se foi assalto ou o que foi”, salientou.

A DHPP irá investigar o caso.

As informações são da Banda B

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9806 90 99 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *