Feminicídio – Pai entrega filho à polícia por suspeita de assassinato

Paulo Eduardo Scravonatto, de 19 anos, é acusado de assassinar Joana Fabris Deon;

Em depoimento, ele alegou que o disparo foi acidental.

Paulo Eduardo Scaravonatto, de 19 anos, foi preso, no último sábado, por suspeita de ter matado Joana Fabris de Deon, também de 19.

Foi o próprio pai do jovem que o entregou para a polícia, segundo a delegada Deise Ruschel, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, onde aconteceu o crime.

Paulo teve a prisão preventiva decretada pela Justiça por feminicídio e está no presídio de Bento Gonçalves. Em depoimento, ele alegou que o disparo que atingiu Joana foi acidental, feito por ela mesma.

O crime aconteceu na madrugada de sábado, no bairro Ouro Verde.

Após Joana ser ferida, Paulo chamou o pai e os dois a levaram até o Hospital Tacchini, onde ela acabou morrendo. Os funcionários da unidade de saúde acionaram a Brigada Militar, como é praxe em casos de morte violenta.

Paulo foi levado para a delegacia da região onde alegou que ele e Joana haviam sido assaltados e, como ela reagiu, foi ferida.

Portal Voxnet – Via Último Segundo

WhatsApp – Portal Voxnet – Guaíra PR – (44) 9 9756 9107 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *