Fenômeno “Chuva de aranhas” também assusta moradores do Paraná

Viralizou, ao longo desta semana, uma imagem que assustou internautas por todo o Brasil.

Ela mostra uma “chuva de aranhas” no Sul de Minas Gerais, com dezenas delas aparentando flutuar pelo céu de Espírito Santo do Dourado.

O fenômeno, porém, é comum em algumas áreas rurais do Brasil, incluindo o Norte Pioneiro do Paraná.

No sábado (5), Denys Prado flagrou um desses acontecimentos no sítio de seu tio, em Salto do Itararé.

‘Chuva de aranhas’ assusta moradores no sul de Minas
Em relato à Banda B nesta sexta-feira (11), Prado comentou que a região tem vários pontos com a formação das aranhas. “Chega a dar medo”, disse.

O medo é ocasionado pelos fios muito finos, que são difíceis de observar contra o sol. Segundo especialistas, o fenômeno é comum no cerrado brasileiro.

Doutor em zoologia e biólogo da Universidade Positivo, Rodolfo Corrêa de Barros explicou que o fenômeno é ocasionado pelo uso coletivo das teias pelas aranhas desta espécie.

“Essa espécie tem uma teia bastante fina e transparente, então a gente não consegue vê-la, mas percebemos as aranhas, que podem ter até 2 centímetros de tamanho. Eventualmente, elas podem cair em cima das pessoas, por isso a curiosidade”, comentou.

Barros explica que as aranhas costumam tecer a teia no começo da noite para caçar insetos, mas desfazem pela manhã.

Para os humanos, o veneno não causa danos e já há estudos para usá-lo para tratamento de algumas doenças.

Banda B

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756-9107 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *