Fronteira – Primeiro dia da reabertura da fronteira em Salto del Guairá tem pouco movimento

Neste primeiro dia de reabertura das fronteiras paraguaias, a movimentação em Salto Del Guairá, no Paraguai, foi bastante tímida.

A entrada acontece em trânsito livre.

O governo paraguaio permitiu o acesso de brasileiros a cidade, entre às 6h e 21h. A saída deve acontecer em até em 24H.

Na entrada do Paraguai, apenas os caminhões de carga, passaram pelo controle aduaneiro.

Na Receita Federal Brasileira, a movimentação de veículos foi maior, mas não se comparar aos mais de dois mil veículos que passavam por aqui, em dias de semana e antes da pandemia do novo coronavírus.

Na Avenida Paraguai, principal Centro comercial de Salto Del Guairá, os estacionamentos vazios revelam que a movimentação ainda não é a esperada, a alta dólar pode ser um dos motivos, no entanto, alguns brasileiros aproveitaram para passear.

É o caso da Núbia, que veio com a mãe e os familiares.

O comércio paraguaio ficou fechado por sete meses em razão da pandemia do novo coronavírus.

Para quem trabalha com vendas, o período foi difícil, mas foi preciso manter a esperança.

O Vitor é brasileiro, mas mora e trabalha no Paraguai, para ele, a abertura da fronteira era necessária.

Em Guaíra, a abertura da fronteira também era aguardada com expectativa pelos comerciantes brasileiros.

É que com a abertura, o fluxo de pessoas na cidade também aumenta e melhora o faturamento do comércio.

É o que a Michelle espera que aconteça. Ela vende artigos em couro em Guaíra.

Já a Márcia, veio de Curitiba para abrir comércio em Guaíra.

Ela conta que chegou em um domingo e no dia seguinte a fronteira foi fechada.

Hoje ela cuida de um negócio da família.

E, para quem vive nestas duas cidades a abertura da fronteira resgatou o sentimento de esperança.

EPC

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756 91 07 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Comente – Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *