Fronteira – Traficante que fugiu de hospital no Paraguai é preso

Traficante de facção criminosa que fugiu de hospital na fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai disfarçado de médico foi recapturado, na tarde desta sexta-feira (17), no município de Bonito após extenso trabalho investigativo realizado pela Polícia Civil daquela cidade.

A fuga aconteceu no dia 30 de maio quando o traficante, conhecido pela alcunha de Cabelo Mexicano, ludibriou a equipe médica, driblou a escolta paraguaia e, disfarçado de médico, conseguiu escapar do hospital onde estava internado já fazia um mês, na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, em decorrência de problemas respiratórios.

Um agente da Polícia Nacional, dois guardas penitenciários e dois agentes de saúde foram indiciados por terem facilitado a fuga.

Com mandado de prisão em aberto expedido pela 2ª Vara da Justiça Federal de Ponta Porã, o traficante estava foragido desde então e vinha sendo procurado pelas polícias brasileiras e paraguaias.

Durante as investigações, a equipe de policiais civis de Bonito confirmou que Kelvis Fernando Rodrigues estava residindo na cidade com identificação falsa, se passando Juan Pablo Pineda Muzzachi, um homem de nacionalidade paraguaia.

Os policiais descobriram que o homem havia se mudado para Bonito no início deste mês e tentava se esconder da polícia.

“Ele chegou a alugar quartos de hotéis e nunca passava mais de uma noite na mesma hospedaria”, explicou o delegado titular de Bonito, Gustavo Henriques Barros.

Diante das informações, o Delegado de Polícia representou pela busca domiciliar no endereço onde Kelvis havia alugado para residir. No local, os investigadores encontraram três documentos falsos de procedência paraguaia.

Kelvis é apontado como responsável pelo escoamento de drogas e cigarros da organização criminosa denominada Primeiro Comando da Capital (PCC) e estava preso no país estrangeiro por tráfico de drogas e contrabando de cigarros, bem como investigado pela morte de outro cigarreiro paraguaio, desde outubro de 2018.

Em razão de sua alta periculosidade, o preso foi encaminhado na noite desta sexta-feira para o município de Campo Grande para custodia.

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756 9107 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *