Lamentável > Onça pintada morre atropelada em rodovia

A viagem não estava nem na metade, quando o professor de geografia e diretor do campus Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Aguinaldo Silva, de 50 anos, encontrou uma onça morta na BR-262, perto do buraco das Piranhas, na manhã desta segunda-feira (8).

Ele parou o carro, enquanto a esposa permaneceu no banco do passageiro, fez o registro e constatou que havia sangue, acreditando se tratar de um caso de atropelamento.

“Nós fomos, voltamos e ela estava na mesma posição, com sangue caindo.

Eu acredito que a onça tenha levado uma pancada na cabeça, vítima de atropelamento.

São espécies e mais espécies sendo dizimadas.

É uma pista sem planejamento, que corta uma área com o pantanal e parece ser contrária as estatísticas, que falam que reduziu o número de acidentes”, afirmou ao G1 o professor.

Por volta das 6h30 (de MS), ele viu a onça e, depois entrou em contato no quartel mais próximo, contando o que viu e mostrando imagens.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar Ambiental (PMA) e a informação é eles estão verificando a ocorrência.

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756-9107 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *