Passional > É o que aponta depoimento sobre atropelamento de secretário

A esposa do motorista que atropelou e matou o secretário de Esportes de Assis Chateaubriand prestou depoimento ao delegado Thiago da Silva Teixeira e conforme relatos, Elder Coutinho, pode ser sido vítima de um crime passional.

Dcheimy Janayna Baessa, de 35 anos, é professora, trabalha no Núcleo Regional de Educação, ela é esposa de Gilvane Bazanella Lulu, motorista da caminhonete que atropelou o secretário e outras duas crianças que estavam em frente ao ginásio de esportes da cidade na manhã de ontem (5).

Ela contou que se aproximou de Elder durante uma edição dos jogos escolares e que saiu com o secretário uma vez.

O marido teria descoberto a traição, mas ao que tudo indicava Gilvane teria superado a traição.

Ontem, Gilvane ligou para a esposa dizendo que se envolveu em um acidente próximo ao ginásio de esportes da cidade e pediu que ela fosse buscá-lo.

Em seguida a esposa teria levado o marido para 3ª Companhia da Polícia Militar, onde fariam o registro da ocorrência.

O delegado Thiago da Silva Teixeira confirmou que o motorista teve a intenção de matar.

Gilvane permanece preso na delegacia de Assis Chateaubriand.

O corpo de Elder Coutinho foi sepultado na manhã desta sexta-feira (6).

As crianças atingidas pela caminhonete sofreram apenas ferimentos leves.

TarobáNews

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756-9107

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *