Pedófilo > Professor de capoeira morre após ser linchado pela população

Um professor de capoeira foi linchado até a morte pela população no final noite de quarta (16), no bairro Ganchinho, em Curitiba.

Após denúncias de abuso sexual, moradores da região resolveram fazer justiça com as próprias mãos contra Manoel Lourenço Gonçalves, de 47 anos, que morreu após as agressões e teve o corpo jogado em um terreno baldio.

A família do professor contesta a versão e nega as acusações de abuso sexual.

Segundo as primeiras informações apuradas pela polícia, uma mulher da região disse que o professor havia abaixado as calças e mostrados as genitais para a sua filha de 10 anos e a notícia se espalhou.

Outras testemunhas disseram que ele fazia isso pela manhã com mulheres.

Já se sabe que pelo menos 10 pessoas participaram do linchamento.

O professor não tinha antecedentes criminais e nenhum Boletim de Ocorrência (B.O) de abuso registrado.

O caso está na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Portal Voxnet (Bem Paraná)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *