Reforço – Fronteira do Paraná com o Paraguai tem segurança reforçada

Depois da fuga de 76 presos da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, na fronteira com o Brasil, em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, o governo do Paraná decidiu aumentar também a segurança nas regiões de fronteira dentro do estado.

A Força Nacional, a Polícia Militar, agentes da Polícia Federal e Receita Federal estão presentes na aduana brasileira.

O Exército também se faz presente com a missão de combater todo tipo de irregularidade.

Pelas ações que estão sendo realizadas na região, a PM lembra que por isso o trânsito pode ficar lento.

A preocupação é grande também do lado do Paraguai, onde o Exército e as Forças Armadas estão de prontidão.

Dois tanques e dezenas de policiais fortemente armados ficam fora e dentro do prédio.

Atenção total para qualquer tipo de movimentação diferente no país vizinho.

Atualizações do caso

Cinco presos foram recapturados, três em Concepción no Paraguai; outro no Brasil, em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul; e outro próximo ao presídio Pedro Juan Caballero.

Por conta do montante de informações sobre o assunto, alguns equívocos estão sendo cometidos, como o caso da divulgação de dois nomes que nem sequer foram presos.

A polícia continua investigando se fugiram todos pelo túnel ou se alguém saiu pela porta da frente.

JC1

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756 91 07 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Comente – Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *