Tenso – Fronteira do Paraguai não deve abir antes de dezembro

O Governo do Paraguai não planejou até o momento nenhuma data para a reabertura da fronteira.

No entanto, a previsão de empresários que mantém negócios em Ciudad del Este é de que a Ponte Internacional da Amizade não seja reaberta antes de dezembro.

A perspectiva é baseada nas medidas que estão sendo tomadas no Paraguai para contenção da Covid-19.

A previsão também é baseada no que vem afirmando Marito frequentemente em entrevistas.

Segundo o presidente a fronteira e as escolas serão as últimas a serem reabertas no país.

Quanto às escolas, o Paraguai já definiu que só reabrirão no mês de dezembro.

Todas as decisões anunciadas pelo Presidente Mario Abdo Benítez contam com o apoio massivo da opinião pública do país.

Número de casos de Covid-19 no Brasil impede reabertura
“O Paraguai fez uma opção de isolamento total desde o dia 10 de março e vem cumprindo isso até então.

Não é agora que o Brasil está entrando no seu pico de coronavírus que eles vão abrir a fronteira.

Acredito que vai ter ai mais uns dois meses de pico alto do vírus no Brasil e é isso que o governo do Paraguai está olhando.

Enquanto isso, não há nenhuma possibilidade de abrir a fronteira.

Acreditamos que vai possivelmente até dezembro” disse o empresário sócio da CellShop, Jorbel Griebeler à Rádio Cultura Foz AM 820.

De acordo com Griebeler, a opinião popular de apoio as medidas tomadas pelo Governo, impendem qualquer tipo de pressão para reabertura da fronteira.

“A opinião popular está apoiando totalmente as ações do governo, do Ministro de Saúde, então não somos loucos de pedir para abrir a fronteira, com o governo tendo toda essa popularidade com a as ações tomadas para precaução do vírus” disse o empresário.

“Quem coordena as medidas é o Ministro de Saúde e ele é bem claro sobre isso.

Abertura de fronteira não entra na pauta de forma alguma” concluiu Griebeler.

Radio Cultura Foz

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756 91 07 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Comente – Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *