Tenso > Pescadores afirmam ter visto surucucu-Pico de Jaca e Sucuri gigante em lago

Apesar de ser proibido, algumas pessoas sempre são vistas pescando na área do Parque da Raposa, na região nordeste de Apucarana (norte do Paraná), principalmente à noite.

E três desses “pescadores aventureiros” afirmam categoricamente que viram uma cobra surucucu-pico-de-jaca se deslocando em meio ao mato.

Os homens acrescentaram que o réptil peçonhento é de grande porte e pode representar eventual risco aos frequentadores do local.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Polícia Ambiental, no entanto, não confirmam a informação.

A surucucu pico-de-jaca pertence ao gênero Lachesis e é a maior cobra venenosa do Brasil.

Seu veneno provoca perda da pressão arterial e consequente perda da sensibilidade.

É uma serpente com hábitos noturnos e pode chegar até 4,5 metros de comprimento e é muito ágil no bote.

Essa serpente amarela com detalhes negros se mantém durante o dia escondido em buracos, raízes de árvores e tocas abandonadas.

Veneno poderoso

Quando uma pessoa é picada pela surucucu-pico-de-jaca, ela possui poucas chances de sobreviver, já que o veneno dessa cobra tem um alto potencial para destruir células.

A surucucu também é da mesma família de jararacas e cascavéis, mas a cauda com “chocalho” dá lugar às escamas.

Característica comum a todas é a presença de uma fosseta loreal, ou seja, um orifício localizado entre o olho e a narina.

É por esse pequeno buraquinho que as serpentes conseguem sentir o calor das presas mesmo em ambientes muito escuros.

Sucuri

Depois de ser citada por alguns moradores da cidade como local onde coisas estranhas estariam acontecendo, como vozes misteriosas e surgimento de repentino de vultos, a Lagoa Schmidt, situada na região nordeste de Apucarana, também foi motivo de comentários na

Um casal que costuma pescar no local há sete anos relatou que recentemente viu uma cobra sucuri de 6 metros quando o réptil saía da água para entrar no mato.

A mulher afirmou que agora está com medo de voltar a pescar no local.

TN on line

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756-9107 – Envie sua matéria, foto ou vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *