Testemunha > Delegado vai ouvir testemunha que afirma que Edison pediu para Daniel fazer sexo com a mulher

O delegado Amadeu Tevisan, da Delegacia de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, disse nesta sexta-feira (9) que vai ouvir a testemunha que afirma que Edison Brittes Junior, o Juninho Riqueza, pediu para que o jogador Daniel Correa Freitas fizesse sexo com sua esposa, Cristiana Brittes.

“Já identificamos essa pessoa, ela deverá dar seu depoimento no começo da próxima semana e vamos ver a importância disso para o contexto dos autos. A polícia, neste caso, serve como um filtro”, explicou Trevisan.

Nesta sexta-feira, os investigadores estão ouvindo David Willian Villero Silva, de 18 anos, e Igor King, de 20.

Os dois, segundo depoimentos dos envolvidos, teriam participado das agressões contra Daniel e ido até a Colônia Mergulhão, local onde o corpo foi encontrado.

Eles afirmam que o jogador chegou ainda com vida ao local, mas garantem que foram proibidos por Juninho Riqueza de descerem do carro.

Banda B

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756-9107 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *