Tragédia – Trem atinge micro-ônibus que transportava trabalhadores

Era uma tragédia anunciada, que só não tinha data e hora marcadas para acontecer, mas moradores da Rua Rutildo Pulido, no Bairro Cajuru, em Curitiba, já previam que uma fatalidade poderia ser registrada mais cedo ou mais tarde.

E depois de vários atropelamentos e acidentes na linha férrea, a tragédia aconteceu no começo da madrugada de hoje.

Um micro-ônibus, que transportava pelo menos quinze trabalhadores de uma empresa particular, foi violentamente atingido pelo trem e ficou completamente destruído.

De acordo com testemunhas, o motorista do veículo não percebeu a aproximação da composição férrea e, em um segundo de distração, o coletivo acabou arrastado por vários metros.

Depois, já com a lateral toda arrebentada, o ônibus ficou desgovernado e desceu o barranco em meio às árvores, até que bateu na garagem de uma residência e parou, já em uma rua paralela à Rutildo Pulido.

O estrondo foi enorme e, no meio da poeira levantada, uma multidão se aglomerou no local, tentando descobrir se havia vítimas.

Um enorme aparato de equipes de socorristas e bombeiros foram mobilizados para atender os mais de dez feridos.

Destes, quatro tiveram ferimentos mais graves e um corre risco de morte.

A vítima fatal é uma senhora de 55 anos de idade, que morreu antes da chegada do socorro.

Ela estava sentada no banco da frente, ao lado do motorista, e foi o exato local onde o trem atingiu o micro-ônibus com mais violência.

A mulher ainda foi atingida por uma viga da residência em que o coletivo bateu.

Eduardo Bonfim, que é socorrista voluntário, e o Major Félix, dos Bombeiros, conversaram com a nossa reportagem.

As informações são da Band Curitiba e imagens Michael Martins

WhatsApp – Portal Voxnet – (44) 9 9756 91 07 – Envie sua matéria, foto ou vídeo – Seja nosso Repórter

Comente – Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *